Portal da Cidade Itu

Terceiro turno?

Lista nas redes sociais tenta boicotar comércios supostamente petistas

Relação circula em grupos de whatsApp, com mensagem para consumidor ituano não comprar nesses comércios ou prestadores de serviço

Publicado em 18/11/2022 às 12:48

Detalhe do centro comercial de Itu (Foto: Reprodução)

Uma lista com os nomes de estabelecimentos comerciais, industriais e profissionais liberais circula pelas redes sociais de Itu com um aviso: “comércio petista”. O recado é evidente – trata-se de uma tentativa de eleitores bolsonaristas, insatisfeitos com a derrota do seu candidato nas eleições de 30 de outubro, de semear um boicote, entre o consumidor, para atingir os ‘adversários’ políticos e esvaziar o faturamento dos supostos petistas (em Itu, Jair Bolsonaro foi o preferido por 56,68% dos eleitores).

A lista contém nomes de lanchonetes, restaurantes, advogados, corretores, transportador escolar, arquiteto, lava-rápido, escritório de contabilidade, loja de tintas, serviços de estética, massagem e fisioterapia, serviços de auto-peças, academia de ginástica, lojas de roupas, serviços de engenharia e ainda dois vereadores.

Uma profissional autônoma conta que soube da tal lista pelo whatsApp. Petista assumida, ela disse “não estar ligando para a lista” ou “para o fato de continuarem tentando disseminar o ódio”.

Outros dois profissionais – ambos advogados – preferiram não se pronunciar, assim como dois comerciantes.


OAB emite nota de repúdio

A diretoria da 53a Subseção da OAB de Itu emitiu nota, reforçando que “a divulgação de tais mensagens afronta a legislação e os responsáveis pela divulgação podem ser responsabilizados civil e criminalmente.”

A nota de repúdio da OAB de Itu prossegue, considerando que “o intuito de macular, constranger e causar danos, com a propagação dessas listas, impõe risco à integridade física dos cidadãos”.


OAB estadual

A seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil começou a notificar extrajudicialmente pessoas que repassaram listas de boicote a advogados por motivações ideológico-partidárias após o segundo turno das eleições presidenciais. As notificações começaram a ser enviadas em 10 de novembro.

Fonte:

Receba as notícias de Itu no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário